quinta-feira, 9 de maio de 2013

Série Mulheres Altas no Japão - Parte III


A série que está agigantando o blog Fugindo da Hipocrisia tem a honra de apresentar mais uma mulher brasileira que vive no Japão e que possui uma estatura elevada. Agora é a vez de Bianca Gonçalves dos Santos.

Altura no DNA

Com 1. 77 m de altura, Bianca Gonçalves dos Santos gosta de ser alta, inclusive usa saltos em que ela chega próximo de ficar com 1.90 m. “Já evitei usar sapatos com saltos devido à minha estatura, mas está superado. Hoje gosto de ser alta, ver tudo de cima”, diverte-se a brasileira que costuma comprar sapatos com mais de 10 cm de salto.


Bianca, alta por natureza e abusando dos sapatos com salto para ficar ainda maior

Vindo de uma família de pessoas de estatura mediana para alta, Bianca destacou que as próximas gerações serão ainda maiores. Uma das primas, com apenas 15 anos de idade, já lhe alcançou na altura. A própria filha de Bianca, que agora está prestes a completar três anos, já está bem acima da média para a idade. A brasileira destacou também que os japoneses reparam muito na sua altura, e que enxerga os comentários como elogios. “Eles acham bonito uma mulher grande, ficam surpresos ao me ver, principalmente se eu estiver usando um sapato com salto bem alto, literalmente precisam olhar para cima ao falar comigo”, contou Bianca. A brasileira ainda assegurou que por sua altura os japoneses acreditam que ela seja uma estadunidense.

Mulher alta normalmente possui pés proporcionais, por isso a brasileira julga difícil encontrar bons sapatos ou, que pelo menos esteja na moda para o seu tamanho de pé. Comprar calças também é outro problema para Bianca, que precisa pedir diretamente do Brasil, pois segundo explicou, se a calça japonesa fica bem na cintura, as pernas são curtas. Se as pernas são longas, a cintura é enorme.

Grávida, Bianca foi a mãe mais alta a ser entrevistada para a série

Bianca afirma que mulheres altas ficam melhores acompanhadas de homens altos. Segundo a brasileira, mulher alta acompanhada de um homem baixinho fica desproporcional, apesar de no amor não existir barreiras físicas. “Meu marido possui 1.86 m. Acho muito mais bonito uma mulher alta acompanhada de um homem alto”, relata.

As mulheres mais altas do mundo

Muitas mulheres superaram a marca dos dois metros de altura. Parte delas pode ser vista defendendo times de basquete, principalmente nos Estados Unidos. Algumas mulheres se tornaram mundialmente famosas devido ao crescimento acima do normal, conhecido como gigantismo.

Tal crescimento que não cessa, mesmo durante a fase adulta, traz sérias complicações à pessoa, o que pode ser fatal com o passar dos anos. No Brasil, a mulher mais alta que já foi registrada é a gaúcha Kátia D’Ávilla Rodrigues, que atingiu impressionantes 2.38 m de altura. A brasileira faleceu em 2011 aos 48 anos em Porto Alegre (RS).

Reconhecida até pelo Guinness Book, a chinesa Yao Defen, de 40 anos, foi registrada como a mulher mais alta do mundo ao alcançar a estatura de 2.34 m. Medições recentes mostraram que ela já cresceu mais, medindo atualmente 2.40 m de altura, além de pesar 200 quilos.

A mais alta jogadora de basquete do mundo é a polonesa Malgorzata Dydek, que atua profissionalmente nos Estados Unidos. A atleta possui 2.18 m de altura.

A polonesa Malgorzata Dydek, de 2.18 m de altura


2 comentários:

Ygo Maia disse...

Gostei bastante da sua série, Daniel.
Um dia desses assisti a uma reportagem que peguntava aos homens na rua: "MULHER ALTA INIBE?"
A maioria respondeu que sim.
rsrsrs

Parabéns!!!
Voltarei para acompanhar suas novidades...

Mens Sana disse...

Ótima a matéria, mas há um erro crasso: "mulheres altas ficam melhores acompanhadas de homens altos". O correto é "ficam mais bem acompanhadas."