sexta-feira, 12 de julho de 2013

Mistério: Foto do alto sem sair do chão!

Galera, antes de  mais nada, quero deixar claro que não se trata de nenhuma brincadeira de minha parte, e de fato, em se tratando de fotografia, nunca tentei enganar ninguém, ainda mais sobre algo que não irá somar nada em minha vida. Pois bem, deixando isso claro logo de saída, compartilho com vocês algo que aconteceu comigo neste final de semana, em que viajei com minha família para a cidade de Bauru, interior de São Paulo, e fui levar minhas crianças para conhecer o zoológico da cidade, conhecido por ser um dos melhores do Brasil.

O passeio foi ótimo, as crianças brincaram bastante, eu e a Marjorie nos divertimos, mas notei algo estranho quando baixei as fotos que fiz naquele dia pela câmera do I-Phone.

Eis o que aconteceu: A Marjorie ficou na fila para comprar os ingressos com a Giovana, enquanto eu peguei a Nicole no colo e fui para o canteiro do outro lado da rua do estacionamento do zoológico, para que a menor não ficasse torrando no sol. Eu estava com o I-Phone na mão, e segurando a Nicole no colo,  em um local apenas alguns centímetros mais alto do local onde a Marjorie estava com a Giovana, isto porque eu subi no canteiro, que não passava de uma guia comum. Se tiver 15 centímetros de altura é muito. Aí resolvi fazer uma foto delas na fila enquanto aguardava na sombra com a Nicole, e com uma das mãos focalizei a Marjorie e a Giovana na fila e cliquei duas vezes, na altura do meu olho. O estranho, só percebido quando baixei as fotos no PC, como disse anteriormente, foi que as fotos que fiz deu a impressão que eu estava em um local alto, mas bem alto, literalmente falando. Para não dizer voando! Parece que eu estava no mínimo no segundo andar de algum edifício. Veja a sequência de fotos abaixo:

1 - A primeira foto foi feita pela Marjorie, que estava com a máquina fotográfica, a partir da fila, onde eu estou atravessando a rua com a Nicole no colo. Dá para ver claramente que o terreno não possui nenhuma elevação considerável, e muito menos as frágeis árvores ali aguentariam um gordo como eu, e mesmo assim, onde eu teria deixado a Nicole, que sai correndo ao menor sinal de descuido nosso... Aliás, esta foto da Marjorie é a única que tenho do ângulo em que eu estava, e foi coincidência ela ter batido justamente ali, sem planejarmos nada. Repare que estou na mesma altura dela...


2 - Na segunda foto, logo abaixo, a Marjorie e a Giovana estão logo à frente do rapaz gordo de camiseta vermelha na fila, e o ângulo em que a mesma foi batida é muito, mas muito mais alto daquele que eu realmente estava! Mesmo que eu levantasse a mão para fazer a foto, nunca daria esta altura, e muito menos conseguiria focalizá-las direito, ainda mais com a Nicole em um dos braços... Repare que a Marjorie está sem a Nicole, que neste momento está no meu colo, como eu expliquei anteriormente, e a máquina fotográfica, da qual ele me fotografou quando eu atravessei a rua, está pendurada em seu pescoço, e a Giovana está conferindo como ficou a foto que ela tirou minha e da Nicole momentos antes...


3 - A foto seguinte também demonstrou o mesmo efeito, e agora a Giovana está inclusive com uma das mãos mexendo na máquina fotográfica da Marjorie...


4 - Momentos depois eu me aproximei delas e fiz uma nova foto, desta vez elas ficaram corretamente na mesma altura em que eu bati, como em todas as demais, antes e depois das duas fotos "aéreas"...


Mais uma vez eu reforço galera, não se trata de brincadeira, até por isso compartilhei esta postagem com amigos que possuem experiência com fotos, para se alguém entende o que ocorreu com as fotografias para ficarem tão altas. Há muito tempo eu fotografo, e nunca aconteceu algo parecido, ainda mais com uma câmera do I-Phone. Quem possui algum palpite, por favor, comente.

Daniel Gimenes


2 comentários:

Chromeck disse...

Oi Dani parece que na foto a lente era desta tipo olho de peixe, mas no IPhone não tem este tipo de lente, eu uma vez a noite com minha câmera fui no templo perto de casa tirar uma foto noturna, tirei 2 fotos com tripé modo noturno, sabe o que saiu? uma das fotos pois eram duas, saiu com uma pessoa que não estava lá, parecia um fantasma, sempre quis saber com um profissional de fotografia se isto é algum efeito da lente ou se era "outra coisa", lente engana..

Ygo Maia disse...

Eu não entendo de fotografias, mas achei essas bem interessantes.
rsrs
Misteriosas.

Abraço!

http://ymaia.blogspot.com.br/